Nota de apoio ao Povo Guajajara e de pesar pelo assassinato do “Guardião da Floresta” Paulo Paulino

São Paulo – SP, 04 de novembro de 2019.

Nós, da Comissão Guarani Yvyrupa (CGY) – organização representativa das aldeias guarani das regiões Sul e Sudeste do Brasil, viemos por meio desta nota, apoiar e reforçar a nossa solidariedade aos parentes guajajara diante do assassinato do “Guardião da Floresta” Paulo Paulino Guajajara, de 26 anos, assassinado por defender sua terra daqueles que querem destruir a nossa floresta, a nossa casa. Morreu no dia 01 de novembro, com um tiro no rosto em uma emboscada feita por cinco madeireiros ilegais enquanto caçava junto a Láercio Souza Silva Guajajara, companheiro guardião que foi atingido e conseguiu fugir e sobreviver para nos trazer a sua palavra.

Paulo Paulino foi morto dentro da terra indígena Araribóia, homologada em 1999 com 413 mil hectares, onde vivem mais de 6 mil parentes, estando vários ainda em situação de isolamento voluntário no estado do Maranhão. Não é a primeira vez que matam um dos “Guardiões da Floresta” por lá, grupo que existe desde 2012 para proteger a nossa floresta e combater a entrada de invasores que querem destruir as nossas vidas.

Desde que o Governo Bolsonaro começou, nós estamos sendo ainda mais atacados do que nos governos anteriores, a violência aumentou muito e estamos inseguros, vendo as nossas instituições serem sucateadas, nossas lideranças mortas, nossos parceiros criminalizados e os discursos de ódio contra o povo indígena proferido pelo Governo Federal instigando a violência contra nós. Nossos direitos não estão mais garantidos, nossas vidas e nossos territórios estão desprotegidos e correm riscos quando o Presidente da República anuncia a não demarcação de nossas terras, a liberação de garimpo e mineração, quando dificulta o nosso acesso a saúde e educação. Ele legaliza a violência contra o povo indígena no Brasil.

A cada guerreiro que tomba, semeamos o mundo para florirmos em nossa luta.

Não nos calarão!

Todo apoio ao Povo Guajajara!

 

 

Comissão Guarani Yvyrupa – CGY

Sem comentários

Mande uma Resposta